• Correa e Lopes

Balanço e balancete: entenda

Já tem um tempo que a contabilidade passou a ser vista como importante dentro das empresas e uma das grandes atribuições é apresentar as demonstrações contábeis, relatórios importantes que mostram a saúde financeira da empresa. Mas, você sabe o que é um balanço? E um balancete? O balanço patrimonial faz parte do rol de demonstrações contábeis obrigatórias para as empresas, podendo até ser considerado a mais importante delas. Já o balancete não tem caráter obrigatório. Saiba mais em nosso blog.

Diferenças

O balanço patrimonial é um relatório que descreve a situação da empresa em âmbito anual, ou seja, ele será elaborado a cada término do exercício e com isso, fica possível apurar de forma quantitativa e qualitativa a situação patrimonial da entidade.

Já o balancete, apesar de fazer parte dos relatórios contábeis, não tem caráter obrigatório e é um suporte para a tomada de decisão, pois pode ser emitido no período que o empreendedor desejar.

Ele é importante principalmente quando usados em períodos preestabelecidos, pois pode ser emitido de forma mensal,quinzenal ou semestral, variando de acordo com a empresa.

No que consistem esses relatórios?

O balancete pode ser considerado um “mini balanço”, pois apresenta todas as contas e seus respectivos saldos.

A partir dele, fica possível realizar uma verificação dos débitos e créditos lançados, evitando possíveis erros. Assim, fica mais fácil analisar os lançamentos contábeis de acordo com o método das partidas dobradas. Isto é, se para cada débito lançado, existe um crédito. No balanço patrimonial se avalia o resultado do ano todo, que é transferido para destinação prevista, podendo ser dividendos, lucros a pagar, reservas ou prejuízos acumulados.

O balanço é composto por três elementos:

- ativo: representa as contas de bens e direitos, tais como, imóveis, estoque, ações, caixas e equivalentes de caixas, entre outros;

- passivo: são as obrigações, tais como contas a pagar, juros, empréstimos;

- patrimônio líquido: são todos os recursos próprios da empresa, o valor do patrimônio será a diferença positiva entre o ativo e o passivo.

O balancete apesar de não ser obrigatório é eficiente em apresentar as transações que ocorreram na empresa. Além disso, suas contas mantêm seus saldos na mudança de exercício.

Já o balanço patrimonial é obrigatório para quase todas as empresas, com exceção do MEI (microempreendedor individual). E, nesse caso, todas as contas de resultado são zeradas para compor a DRE, ou seja, a demonstração de resultado do exercício.

É importante frisar que é pelo balanço que as instituições financeiras e outras entidades verificam a situação da empresa. Portanto, ele se torna um relatório também para usuários externos.

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Senado aprova renegociação de débitos fiscais

Por sessão remota, o Senado aprovou,na última semana, por unanimidade, proposta que permite ao governo federal parcelar os débitos fiscais das micro e pequenas empresas pertencentes ao Simples Nacio

O que é Sociedade Limitada Unipessoal?

Empreender pode ser um sonho e às vezes um pesadelo para muitas pessoas, que ficam perdidas com a burocracia. A Sociedade Limitada Unipessoal é um formato jurídico novo frente às juntas comerciais e f