• Correa e Lopes

Crivella: Lojas de material de construção e de conveniência nos postos de gasolina poderão abrir no

Prefeito do Rio cedeu à pressão de vereadores, no dia seguinte ao pronunciamento do presidente Bolsonaro que pediu o fim do 'confinamento em massa'. 'A cidade tem muitas obras', diz Crivella


O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) divulgou a informação nesta quarta-feira (25). Ele apontou a validade da liberação a partir das 00h de quinta (26), virada de noite para sexta (27). Porém, as pessoas não poderão se aglomerar nos espaços: devem comprar o que precisam e ir embora.


"Um setor nos procurou e o grupo todo deliberou que é possível continuar a trabalhar, que é o de loja de conveniência de posto. Vamos alterar o decreto e podem voltar a funcionar sem aglomeração. 'Take away', pega o que precisa e leva para o carro embora para casa", disse Crivella.


O prefeito vai estender a medida para as lojas de materiais para construção. "Temos muitas obras na cidade e precisamos desse setor estratégico, que terá regras para voltar suas atividades", disse Crivella.


No momento, o comércio segue fechado na cidade, com exceção de:


Farmácias; supermercados e hortifrutis (com recomendações para ampliar o serviço para 24 horas);


Padarias (com a recomendação de que se evitem aglomerações);


Pet shops;


Postos de gasolina;


Lojas de equipamentos médicos e ortopédicos;


Bancos (com uma série de regras).



Fonte: O TEMPO


As informações seriam de que essa decisão do Prefeito Marcelo Crivella seria publicada no Diário Oficial em Edição extra.

Nós da Correa & Lopes estaremos atualizando a notícia com as próximas informações.

8 visualizações