• Correa e Lopes

Rio libera reabertura de parte do comércio

Além de lojas de materiais de construção e de conveniência, outros estabelecimentos foram autorizados a funcionar


Além de liberar a reabertura das lojas de materiais de construção e de conveniência em postos combustíveis, anunciada anteriormente, a Prefeitura do Rio permitiu o funcionamento de outros tipos de comércio na cidade a partir desta sexta-feira. A nova relação com o que pode abrir foi publicada em edição especial do Diário Oficial do Município de ontem.


Desde terça, apenas estabelecimentos considerados essenciais estavam permitidos para funcionar. O fechamento do comércio foi adotado para evitar a circulação de pessoas, diminuindo, assim, a propagação do novo coronavírus (covid-19).


Veja a relação atual do que pode funcionar:


1. Mercearias, mercados, supermercados e hortifrútis (sem comercialização de bebidas alcóolicas), para consumo imediato


2. Padarias e confeitarias, sem consumo no local


3. Açougues, aviários e peixarias


4. Depósitos, distribuidoras e transportadoras (sem comercialização de bebidas alcóolicas), para consumo imediato e em doses fracionadas ou geladas


5. Postos de combustível, além de suas lojas de conveniência (sem comercialização de bebidas alcoólicas), para consumo imediato e em doses fracionadas ou geladas


6. Lojas de insumos agrícolas e de medicamentos veterinários, alimentos e produtos de uso animal


7. Lojas de materiais de construção


8. Comércio de gás liquefeito de petróleo (GLP)


Fonte: O DIA


Clique aqui e confira o Decreto 47.001/20 (do Estado/RJ)


Clique aqui e confira o Decreto 47.301/20 (do Município/RJ)

19 visualizações

Especialista Tributária

UMA EMPRESA DO GRUPO VIRIATO

© 2017 POR CORREA & LOPES CONSULTORIA TRIBUTÁRIA LTDA