Receita mantém calendário de restituições do imposto de renda 2020

03.04.2020

O primeiro lote será pago em dia 29 de maio, antes do fim do período para declarar os rendimentos, estendido até 30 de junho por causa do novo coronavírus
 

A Receita Federal anunciou nesta quinta-feira, 2, que vai manter inalterado o calendário de restituições do imposto de renda do ano-base 2019, apesar de ter postergado a data final para a entrega da declaração para 30 de junho por causa da pandemia do novo coronavírus. Quem declarar os rendimentos com antecedência tem mais chances de receber a restituição — se tiver direito a ela — nos primeiros lotes.

 

O pagamento do primeiro lote vai se dar em 29 de maio.

 

Se não entregar a declaração dentro do prazo, o contribuinte paga uma multa de, no mínimo, 165,74 reais, descontada da restituição. Se tiver imposto a pagar, a multa pode crescer para até 20% do valor a ser pago.

 

Veja o cronograma da restituição
 

Lote            Data

1º lote           29/05

2º lote           30/06

3º lote           31/07

4º lote           28/08

5º lote           30/09

 

Quem deve declarar o imposto
 

Está obrigado a declarar o imposto de renda 2020 quem recebeu rendimentos tributáveis em 2019 em valores superiores a R$ 28.559,70 ou ganhou mais de 40 mil reais em rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano, como indenizações trabalhistas ou rendimento de poupança.
 

Fonte: Exame Abril

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Especialista Tributária

UMA EMPRESA DO GRUPO VIRIATO

© 2017 POR CORREA & LOPES CONSULTORIA TRIBUTÁRIA LTDA