Auxílio emergencial de R$ 600 começa a ser pago hoje; saque em dinheiro será dia 27

14.04.2020

A Caixa Econômica Federal começa a pagar, nesta terça-feira, o auxílio emergencial para mais de 9,4 milhões pessoas. Até o final da semana, o banco espera ter creditado mais de 4 bilhões e 700 milhões de reais nas contas de trabalhadores informais ou autônomos.

 

O benefício de R$ 600 ou R$ 1,2 mil é pago para que esses trabalhadores possam fazer o isolamento e enfrentar a pandemia do novo coronavírus em casa. Mas, o calendário para sacar o benefício em dinheiro só começa no dia 27 de abril.

 

Até lá, o trabalhador pode movimentar o recurso sem limites, inclusive entre bancos diferentes, além de realizar pagamento de contas.

 

Na semana passada, a Caixa já havia pago a primeira parcela para quem estava com os dados atualizados no Cadastro Único, não era beneficiário do Bolsa Família e tinha conta no Banco do Brasil ou na própria Caixa.

 

Nesta semana, devem receber os trabalhadores que não tinham conta nesses bancos e precisaram fazer a Conta Poupança Digital da Caixa.

 

Recebem nesta terça-feira (14), a partir do meio dia, mais de 830 mil pessoas nascidas em janeiro.

 

Quem faz aniversário em fevereiro, março ou abril recebe na quarta-feira (15).

 

Na quinta (16)são os nascidos entre maio e agosto e na sexta-feira devem receber quem faz aniversário entre setembro e dezembro.

 

Quem tem Bolsa Família vai receber o recurso na mesma data de pagamento do benefício, que começa a ser depositado nesta quinta-feira (16) e vai até o final do mês, a depender do número de inscrição. Os beneficiários do programa só vão receber o auxílio emergencial se o valor for superior ao que recebem pelo Bolsa família.

 

Os trabalhadores que precisaram atualizar informações do Cadastro Único do Governo Federal pelo site ou pelo aplicativo vão receber o pagamento a partir da próxima quinta-feira (16) porque os dados ainda estavam em análise.

 

Para receber o auxílio, o governo tem exigido ainda que o CPF esteja regularizado.

 

O trabalhador pode regularizar o documento sem precisar sair de casa, basta acessar o site da Receita Federal na internet.

 

A regularização pode ser feita, gratuitamente, pelo formulário eletrônico de Alteração de Dados Cadastrais do CPF ou por um dos e-mails fornecidos pela Receita, o endereço do e-mail depende do estado em que o trabalhador vive.

 

O interessado pode encontrar o endereço correto e os documentos exigidos para regularizar o CPF no site da Receita Federal. O órgão informou que havia regularizado, até o início dessa segunda-feira (13), mais de 90 mil CPFs.
 

Fonte: Agencia ebc

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Especialista Tributária

UMA EMPRESA DO GRUPO VIRIATO

© 2017 POR CORREA & LOPES CONSULTORIA TRIBUTÁRIA LTDA