• Correa e Lopes

Bolsonaro rejeita aumentar impostos para cobrir gastos com pandemia - Declaração foi feita pelo pres

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (07/05), durante transmissão ao vivo nas redes sociais, que não estuda aumentar a cobrança de impostos para compensar os gastos da União durante a pandemia do coronavírus.

Na transmissão, Bolsonaro citou a Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico (Cide), um tributo federal usado para estabilizar o preço da gasolina.


“O combustível: o preço tá lá embaixo, muito bom, né, mas tem um setor que tá sendo prejudicado, o sucroalcooleiro, do pessoal do etanol. Alguém quer que nós aumentemos a Cide, que logicamente compete ao poder Executivo, e nós não queremos aumentar impostos porque isso sempre foi uma política nossa do governo”, disse.


Mais cedo, ao chegar ao Alvorada, ele havia antecipado: “Não acho justo aumentar a Cide agora para salvar o setor sucroalcooleiro. No momento em que estamos perdendo empregos, o pessoal com salários reduzidos por acordo, o governo federal, para salvar ‘seu lado’, aumenta imposto?”.


Bolsonaro chegou a contar que os titulares de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e da Agricultura, Tereza Cristina, defendem a elevação da Cide, enquanto ele e o ministro da Economia, Paulo Guedes, são contra.


FONTE: METROPOLES.COM

6 visualizações